Skip to main content

BOM NEGÓCIO

Consumidor está cada vez mais exigente ao comprar um imóvel para morar ou como forma de investimento, característica que o Grupo Pirâmide jamais deixa de observar

Os objetivos de Jhesiane Leal Fernandes e de Wesley Gonçalves eram diferentes, mas convergiram para a mesma direção. Enquanto ela procurava oportunidades de negócios, ele buscava a realização do sonho da casa própria. Ambos encontraram na Região Sul de Montes Claros o ambiente ideal para concretizarem suas intenções.
“É o tipo de investimento que oferece maior segurança e rentabilidade. A tendência é sempre de valorização”, fala a coordenadora administrativa de uma faculdade, Jhesiane Leal Fernandes, que comprou dois lotes em 2018 e 2019 no Residencial dos Parques e Terras Alpha.
Opinião semelhante tem o jornalista Wesley Gonçalves. “Morar aqui é ter paz, sossego e tranquilidade, que é tudo que procuramos nos dias de hoje, quando chegamos em casa depois de um dia corrido e atribulado”. Wesley fez um financiamento e se mudou para o imóvel próprio em 2015. Para dar entrada, ele usou o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) e dividiu o valor restante em parcelas. “O bairro foi todo planejado. Se Montes Claros tivesse sido planejada, talvez o nosso Centro não fosse tão caótico como é”, avalia.
As histórias de Jhesiane e Wesley comprovam a afirmação do empresário Paulo Santiago Filho, de que a Região Sul é o “novo vetor de crescimento imobiliário” da maior cidade do Norte de Minas Gerais. Visionário, ele fundou a Weblot em julho de 2010. O lançamento da empresa no mercado teve como grande aposta o Condomínio Gran Royalle Pirâmide, que já contabiliza mais de 450 lotes vendidos e diversas casas construídas. “Verificamos um cenário de crescimento extremamente favorável e apostamos no Gran Royalle, um condomínio de alto padrão, com moradias focadas em qualidade de vida, sustentabilidade, lazer e segurança. Mas, observamos também um potencial ainda maior e diversificamos os nossos empreendimentos para oferecermos essa qualidade de vida para uma faixa de público mais abrangente”, explica o diretor executivo do Grupo Pirâmide, que também é especialista em Mercado Imobiliário 4.0, termo que se refere a um mercado mais inteligente, que utiliza a tecnologia a seu favor.
O empresário conta que, buscando satisfazer aos interesses de consumidores com perfis econômicos variados, o grupo fez um planejamento da ocupação da área onde tem terrenos. “Oferecemos a mesma qualidade de vida e a localização privilegiada em lotes de tamanho menor. Com os loteamentos planejados, conseguimos oferecer moradia digna a um preço que cabe no bolso de todas as pessoas”, explica.
O foco em um público que até então poderia vislumbrar a Região Sul de Montes Claros como uma realidade distante, trouxe resultados positivos e que podem ser demonstrados em números: de 2010 para 2020, foram vendidos mais de 1.500 lotes na área.
“Fazemos análises de mercado e mapeamento das demandas’, conta Paulo, observando que o mercado está cada vez mais dinâmico e instantâneo, e que esta é uma realidade do século XXI. “Do momento em que começamos a pensar um loteamento, até conseguirmos a aprovação, implantação e comercialização, levamos pelo menos cinco anos. Nesse tempo, surgem novas tendências, por isso precisamos pensar no negócio de forma macro. Por exemplo, hoje há novos meios de locomoção como uber, patinetes e bicicletas elétricas, precisamos estar antenados e atentos ao masterplan dos nossos projetos”, destaca Paulo.
O masterplan, segundo especialistas da área, tem a função de realizar o planejamento urbano com flexibilidade, de forma a considerar todos os aspectos significativos de um projeto, evitando o crescimento orgânico e desordenado. “Nosso público consegue comprar um bem em uma região muito demandada, na qual a expansão está sendo feita de maneira ordenada, por meio de loteamentos planejados, com ruas mais largas, arborização e iluminação de qualidade. Oferecemos toda a infraestrutura, que está dentro dos padrões exigidos pela legislação”, adverte Paulo.
Quando você vê as pessoas comprando e construindo, “automaticamente lembra das reuniões de planejamento, do que foi pensado, do cuidado em oferecer, por exemplo, as condições de segurança e locomoção. É uma satisfação muito grande”, completa o gerente comercial do Grupo Pirâmide, Handrey Versiani.
O empreendimento mais recente lançado pelo Grupo, o Terras Alpha, está com a maior parte dos lotes vendida. Um exemplo do cenário de otimismo, que começou a se delinear ainda no ano passado. “O mercado imobiliário passou por um momento de turbulência no início de 2014. Nesse período houve a manutenção ou pouca valorização dos preços de imóveis. Mas a partir do segundo semestre de 2019, notamos um resgate na confiança e na credibilidade da economia e tivemos a oferta do crédito imobiliário a taxas reduzidas. Com um cenário de fatores positivos, estamos muito otimistas com os próximos anos”, finaliza Paulo Santiago Filho.
FONTE: REVISTA O TEMPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nine − 2 =